A equipe da produtora “Plano B Filmes” esteve em Diamantino, no médio Norte do Estado, na ultima semana, para gravar cenas e relatos sobre a “Expedição Langsdorff”, que ocorreu entre 1821 e 1829, uma expedição russa comandada pelo barão Georg Heinrich Langsdorff percorrendo as então províncias do Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso e Pará.

O objetivo da expedição foi de promover “descobertas científicas, investigações geográficas, estatísticas e o estudo de produtos desconhecidos no comércio”, a viagem foi patrocinada pelo Tzar russo Alexandre I e contou com a participação de vários artistas, botânicos, naturalistas e cientistas.

O documentário intitulado “Notas de Langsdorff – Expedição Mato Grosso” será em cinco capítulos, cada um com cinco minutos, exibido no mês de outubro pela TV Assembleia.

Leia também:  Febre Chikungunya aumenta 116% neste ano em Mato Grosso

A expedição que passou seis meses em Diamantino no ano de 1828 será detalhadamente explorada pelo documentário que mostrará as intempéries encontradas no trajeto, especialmente as doenças tropicais que não impediram a produção de mais de duas mil páginas de anotações manuscritas, diários, desenhos, aquarelas e registros cartográficos.

Para narrar toda história da expedição em Diamantino o assessor de cultura Jovenil Antônio dos Santos foi entrevistado pela equipe de reportagem.

O documentário mostrará cenas gravadas na Casa Memorial dos Viajantes e no Circuito Estrada do Rei Caminho dos Diamantes, com imagens da Serra Calçada.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.