Na terça-feira, a Ferrari liberou Felipe Massa para anunciar, ele mesmo, em suas redes sociais, que se despedirá da equipe no fim deste ano, deixando a quarta-feira para o anúncio oficial da contratação de Kimi Raikkonen. Mas a divulgação da chegada do finlandês teve que dividir espaço no site oficial da escuderia com uma série de homenagens ao piloto brasileiro.
Reconhecendo a fidelidade e lembrando-se dos bons momentos de Massa ao longo dos oito anos como titular, o time de Maranello não escondeu que foi com um aperto no coração que abriu mão dos serviços do brasileiro no próximo ano. Decisão essa tomada em virtude dos resultados discretos das últimas temporadas.

Em um editorial em seu site oficial, a mais tradicional equipe da Fórmula 1 resgatou os 12 anos – oito deles como titular – do brasileiro como piloto da casa. O time de Maranello lembrou que Massa chegou como uma jovem promessa, destacou que até hoje só competiu na categoria com motores Ferrari (três anos pela Sauber) e elogiou seu comprometimento e lealdade ao macacão vermelho. A escuderia reconheceu que o sonhado título mundial ficou faltando, porém comprovou, através dos números, que o brasileiro tem um lugar reservado na história do cavalinho rampante. Em um outro post, a Ferrari relembrou todas as 11 vitórias de Massa. E deu destaque especial ao doído triunfo na decisão do campeonato, no GP do Brasil de 2008, quando foi campeão por alguns segundos, mas viu Lewis Hamilton alcançar o quinto lugar na última curva, levando a arquibancada de Interlagos da euforia à incredulidade.
Confira o editorial da Ferrari sobre Felipe Massa na íntegra:

Leia também:  Richard Gama vence três e cai nas semifinais para líder

“Quando se juntou a Ferrari, ele não era mais do que um garoto. Agora, deixará o time ao fim da temporada como um homem. Durante 12 anos, o relacionamento entre as duas partes ultrapassou o lado profissional, e o laço pessoal se tornou cada vez mais forte. Assim como houve tempos de alegria e decepção, em algumas provas houve também momentos de emoção, respeito mútuo e lealdade.

No fim de 2001, Felipe Massa era visto como um jovem promissor. A Ferrari decidiu investir no piloto e dar a chance de ele evoluir sob a tutela de um mestre como Michael Schumacher e de outro brasileiro: Rubens Barrichello, que havia herdado a responsabilidade de representar as bandeiras verdes e amarelas deixadas pelo ídolo Ayrton Senna.

Leia também:  Adversário do União aposta em retrospecto do Mineiro, no Pato Loco e em ex-meia do Santos

Felipe havia acabado de ganhar a F-3000 europeia e era visto como um dos melhores de sua geração. O passo adiante nessa relação foi a temporada de estreia na Fórmula 1 meses depois correndo pela Sauber, equipe impulsionada pelos motores da escuderia italiana. Na verdade, os motores fabricados em Maranello sempre fizeram parte dos 185 GPs que ele participou.

De 2002 a 2005, ele correu pela Sauber – com exceção de 2003, ano em que foi piloto de testes do time escarlate. Desde então, o brasileiro passou os últimos oito anos defendendo a “Scuderia”. O sonho, aquele que ele divide com outros pilotos, de ser Campeão Mundial, não aconteceu.

Leia também:  Academia e União vão disputar o Estadual Sub-17

Entretanto, Felipe conquistou, por merecimento, seu lugar na história da Ferrari. Isso não é apenas um desabafo emocional, que seria completamente natural no momento em que sua partida é anunciada, mas um fato irrefutável confirmado por números.

Apenas Michael Schumacher participou de mais GPs do que Felipe (179), que guiou o monoposto vermelho em 132 ocasiões. Apenas três pilotos venceram mais do que Felipe na história do time: Schumacher, com 72 vitórias, Lauda, com 15, e Ascari, com 13. E apenas dois conquistaram mais poles do que o brasileiro, que fez 15: Schumacher, é claro, com 58, e Lauda, com 23. Massa subiu ao pódio em 26 oportunidades, cravou 14 voltas mais rápidas e marcou um total de 756 pontos.

Nenhum destes números são, ainda, definitivos. Ainda há sete GPs para serem disputados nesta temporada e, com certeza, Felipe e toda a equipe farão todo o possível para aumentar estas marcas e serem bem sucedidos”

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.