O projeto foi dividido em dois grupos que recebem atendimento a cada 15 dias - Foto: Varlei Cordova/AGORA MT
O projeto foi dividido em dois grupos que recebem atendimento a cada 15 dias – Foto: Varlei Cordova/AGORA MT

Familiares de pacientes diabéticos participam na manhã desta terça-feira (03) do projeto do Centro de Nefrologia de Rondonópolis que oferece acompanhamento e orientação para amenizar e prevenir os casos da doença e pessoas que podem entrar na fila da hemodiálise.

Lara Regina Silva Luz, coordenadora do Centro, explicou que uma equipe composta do endocrinologista, nutricionista, psicólogo, assistente social, enfermeiros, farmacêutico oferecem acompanhamento aos pacientes que fazem hemodiálise e são diabéticos, pois a maioria não tem consciências dos problemas que podem ser desencadeados em razão da doença, pela falta dos cuidados necessários.

A coordenadora observou que nestes casos os familiares dos pacientes tem propensão a desenvolver os mesmos problemas e com o intuito de evitar que cheguem ao mesmo quadro são inclusos no projeto e também recebem exames de creatinina, glicemia e ureia.

Leia também:  Moradores do Colina Verde e Sagrada Família reclamam da falta de água nos bairros

De acordo com Lara, 23% dos pacientes que realizam hemodiálise são diabéticos. O Município atende cerca de 250 pessoas de Rondonópolis e região que necessitam do tratamento. O projeto será ampliado para cidades vizinhas, como por exemplo, Guiratinga que possui um grande número de pessoas que precisam de acompanhamento.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.