Segundo informações divulgadas pelo Corpo de Bombeiros, em Rondonópolis de janeiro até agosto foram registrados 142 focos de queimadas, o que representa um aumento de 75% em relação ao mesmo período de 2012.

De acordo com os dados do Corpo de Bombeiros, agosto foi o mês que mais teve incêndios em 2013, chegando a 80 casos. Esse número preocupa as autoridades já que no ano anterior havia registrado uma queda significativa chegando apenas ao total de 132 durante todo ano.

Nos últimos três anos o maior índice de queimadas ocorreu em 2010, quando chegou a 410 ocorrências nos 12 meses.

O registro de focos de incêndio no Brasil diminuiu 49% de janeiro até hoje (2), em comparação com o mesmo período do ano passado, quando houve 78.440 ocorrências. Imagens captadas por satélites do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), registram que desde janeiro até esta segunda-feira (02), foram identificados 39.253 focos de queimadas no país.

Leia também:  Equipe medalhista de atletismo embarca para mais uma competição com apoio do Município

Mesmo com a redução de 28% em relação ao ano passado, Mato Grosso é o estado onde houve o maior número de queimadas, com 8.838 ocorrências em 2013. Tocantins é o segundo mais afetado, com 4.834 focos de incêndio este ano, com decréscimo de 38% em relação a 2012.

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.