O prefeito de Rondonópolis, Percival Muniz (PPS), deve pedir seu afastamento das funções de chefe do executivo municipal na próxima quarta-feira (25) à Câmara Municipal.

De acordo com o próprio Percival o motivo seria para tratamento de saúde, com a saída de Muniz, Rogério Salles (PSDB) irá assumir pela 2ª vez o cargo de prefeito do município, a 1ª foi durante a gestão de Carlos Bezerra (PMDB) em 1994.

Se tudo correr dentro do previsto, Percival irá ficar afastado por pelo menos 90 dias. O pedido de afastamento de Percival já era esperado há algum tempo, só não aconteceu antes para que Muniz pudesse participar da visita da presidente Dilma Rousseff e da inauguração do terminal da ALL.

Leia também:  Um ano sem Antônio Carlos
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.