Foto:assessoria
Foto:assessoria

Com a proximidade de inauguração do terminal da América Latina Logística (ALL) prevista para o dia 20, o promotor de Novos Investimentos do Gabinete de Desenvolvimento Econômico, Elio Rasia, fala sobre a importância do investimento em logística e anuncia novo distrito industrial em Rondonópolis, que vai funcionar em frente ao Terminal Ferroviário.

Com recordes de safra a cada ano, Mato Grosso desponta no crescimento da produção agrícola do País e Rondonópolis é conhecida com a capital do agronegócio, o terminal ferroviário ajuda a resolver um importante gargalo, a logística. “O terminal vai ligar Rondonópolis através dos trilhos que vão agilizar o escoamento da safra”, disse Elio Rasia.

Foram investidos R$ 700 milhões pela ALL na construção da ferrovia ligando Alto Araguaia a Rondonópolis e mais R$ 700 milhões no Complexo Intermodal de Rondonópolis (CIR). “As obras de construção das indústrias estão em pleno vapor, a rodovia em frente ao terminal foi duplicada, novas indústrias estão chegando para fazer parte do maior terminal ferroviário de carga da América Latina, onde serão gerados cerca de 3000 empregos”, destacou Rasia.

Leia também:  Rondonópolis | 'Alerta laranja' para temporal com vento forte é divulgado pelo INMET

O CIR é da ALL (iniciativa privada) a área fica anexa ao terminal ferroviário, às margens da BR 163, tem 1.000 hectares, sendo o projeto inicial de 400 hectares, onde estão disponibilizados lotes para grandes indústrias de mais de 45 mil m².

Elio Rasia aproveitou para anunciar o novo distrito industrial Santa Mônica que será implantado em frente ao CIR, a área é de quase 8 milhões m² (7.918.264,00 m²) são mais de 120 terrenos com uma média de 50 mil m² cada. “Antes mesmo de lançarmos o loteamento, previsto para dezembro desse ano, já fomos procurados por várias empresas e grandes indústrias que serão ancoras, para que outros empresários possam instalar-se também”.

Leia também:  Mais mil servidores municipais que ainda não fizeram Censo Previdenciário podem ficar sem salário

Sobre quais indústrias já estão acertadas para se instalar em Rondonópolis Rasia apenas adiantou que os investimentos são altos, que as indústrias diversificadas vão garantir muitos empregos  e que a expectativa é que por dia circulem na região mais de 20 mil pessoas, a maioria funcionários e por isso até a segurança no distrito industrial será reforçada. “Pensamos em tudo inclusive já conversamos com o Secretário do Gabinete de Apoio Segurança Publica (Gasp), Anderson Rocha, com a Polícia Militar, Civil e Polícia Rodoviária Federal para garantir a segurança e tranquilidade dos investidores e trabalhadores do local”.

O terminal significa mais desenvolvimento econômico para o município, um dos fatores que atrai mais empresas para cidade.  A capacidade dos terminais de Itiquira, Alto Araguaia e Alto Taquari, somam 12 milhões de toneladas/ano e essa capacidade vai agregar mais 5 milhões, chegando aos 17 milhões com o terminal de Rondonópolis.

Leia também:  Falta de placas de identificação em ruas dificulta localização em bairros
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.