Foto: assessoria
Foto: assessoria

Resgatar a cultura de Rondonópolis, valorizar a música, dança, artesanato e teatro, esses são pedidos feitos pelo prefeito Percival Muniz que anunciou que entre as obras de revitalização do Cais está a área coberta para realização de shows. No projeto consta também construção de banheiros, bares e lanchonetes.

O secretário Adjunto de Habitação e Urbanismo, Alexandre Torres, apresentou o projeto e disse ter priorizado a visualização da obra, sem encobrir as casinhas do Casario, patrimônio histórico da cidade. “A estrutura é aconchegante para que a população possa assistir a shows e eventos com mais conforto e comodidade”, disse Torres.

O projeto contempla uma área de 2.230 m² para realização de shows, com um placo de 167 m², no local cabem 1.800 pessoas sentadas confortavelmente. “Para ter uma ideia de tamanho, de uma ponta a outra são 75 metros de distância, o ponto mais alto da estrutura tem 18 metros, equivalente a um prédio de seis andares, além disso, tivemos a preocupação da cobertura ser de lona tencionada, prática e de fácil manutenção”, disse Alexandre Torres.

Leia também:  Entidades se reúnem para discutir o comércio ilegal

Outra preocupação foi de ter uma praça de alimentação, por isso no local onde atualmente é o estacionamento, em frente ao Cruzeiro, serão construídos seis Box, destinados a bares e lanchonetes, mais dois grandes banheiros (feminino e masculino) de 65 m² cada. “Os espaços serão licitados e quem tiver a concessão será responsável pela manutenção do lugar e limpeza dos banheiros”, orientou o secretário Adjunto de Habitação e Urbanismo.

O secretário de Cultura, Luciano Carneiro Alves disse que a revitalização do Cais e das 26 casinhas do Casario representa o resgate da cultura de Rondonópolis. “Por alguns anos a cultura da nossa cidade e região não foi valorizada, todo esse trabalho é para que a população da cidade tenha um local adequado de lazer”.

Leia também:  Zé do Pátio fala sobre fechamento das UTI´s em lançamento da Caravana da Transformação

Luciano destacou que está sendo montado um cronograma de atividades culturais, com ensaios às quartas-feiras da orquestra Viola Divina, às quintas-feiras cantores locais e regionais. “O Conselho de Cultura vai se reunir e vamos definir outras mostras culturais, como dança, teatro e artesanato”.

O prefeito Percival Muniz quer que o Cais seja um ponto de referência das atividades culturais de Rondonópolis e Região Sul. “Esse é um local histórico que merece ser preservado, com uma localização estratégica, fica na porta de entrada da cidade, onde tudo começou em Rondonópolis, não podemos deixar a história morrer”, finaliza Percival Muniz.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.