O senador Pedro Taques (PDT) foi eleito nesta terça-feira (3), a vice-presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Espionagem criada no Senado para investigar denúncia de que o governo americano monitorou milhões de e-mails e telefonemas no Brasil. A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) fica como presidente e Ricardo Ferraço (PMDB-ES) será o relator dos trabalhos.

Composta por 11 senadores titulares e sete suplentes, a comissão inicia os trabalhos, nesta semana, investigando quais empresas de telecomunicação no Brasil estariam colaborando com os Estados Unidos por meio de transferência de dados sigilosos. “Não há Estado independente sem que ele seja soberano. A Comissão terá um importante papel não só na elucidação das denúncias de espionagem, como também na discussão sobre como o Brasil deverá proceder na questão da proteção nacional”, afirmou Pedro Taques.

Leia também:  Timóteo quer ser soldado de Lula
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.