O taxista Daniel Bruno Miranda de Melo, 27 anos, foi espancado na madrugada de hoje (12), após uma confusão generalizada em frente a uma boate localizada na avenida Dom Wunibaldo esquina com a rua Fernando Correia da Costa, centro de Rondonópolis.

De acordo com o Boletim de Ocorrências (BO), Ele e um outro colega de profissão estavam parados na frente da boate quando um grupo de travestis entrou dentro de seu carro. Respeitoso, a vítima pediu para que os jovens descessem do carro já que não era sua vez na corrida e ele não podia ‘furar’ a fila dos companheiros.

Irritados os jovens Leomarques Mendes, 21 anos e Edinei da Cruz Carvalho, 22 anos, se exaltaram dizendo que a vítima era homofóbica e partiram para agressão. Além dos socos e pontapés, uma garrafa quebrada foi utilizada na briga, os jovens tentaram golpear o pescoço da vítima, porém ele conseguiu escapar.

Leia também:  Pai é detido acusado de tentar matar filho a tiros no Jardim das Flores

Após a briga, a Polícia Militar (PM) foi acionada e no local os policiais sofreram agressões verbais dos mesmos suspeitos. Edinei e Leomarques foram presos em flagrante, acusados de tentativa de homicídio.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.