Deputada Teté Bezerra, Secretário de Estado de Segurança, Alexandre Bustamante e a presidente do Conselho da Mulher, Mara Oliveira - Foto: assessoria
Deputada Teté Bezerra, Secretário de Estado de Segurança, Alexandre Bustamante e a presidente do Conselho da Mulher, Mara Oliveira – Foto: assessoria

Devido à necessidade de se ter um atendimento diferenciado a mulheres vítima de violência durante os plantões realizados nos Centro Integrado de Segurança e Cidadania -CISC em Rondonópolis, a deputada Teté Bezerra, acompanhada da presidente do Conselho Municipal de Defesa da Mulher do Município, Mara Oliveira Lonardoni – apresentaram a solicitação ao secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, nesta quarta-feira (4). O pedido é uma reivindicação para dar segurança às vitimas de violência que chegam muitas vezes abaladas emocionalmente e precisam de um atendimento humanizado em horários .

A presidente do conselho, Mara explica que o emocional de uma mulher agredida requer uma abordagem delicada para que possa durante seu depoimento relatar de forma clara e objetiva como aconteceu o ocorrido e ter segurança em denunciar o seu agressor. “A nossa luta é por um atendimento de 24 horas na Delegacia de Defesa da Mulher, porém como não há estrutura de pessoal, buscamos o atendimento diferenciado nos CISC as mulheres vitimas de violência”, comenta Mara.

Leia também:  Taques diz que não descarta disputar reeleição

O secretário Alexandre Bustamante justificou que a solicitação será apresentada ao delegado Regional de Rondonópolis, Henrique Meneguelo, e as providências serão tomadas a fim de atender ao pedido. ”Sabemos da real necessidade de se ter um atendimento diferenciado em situações de agressão a mulher. Por isso, vamos buscar uma solução o quanto antes”, disse Bustamante.

A deputada Teté Bezerra, argumenta que hoje as mulheres sentem mais seguras na hora de denunciar. Antes, elas prestavam a queixa e sabiam que não adiantaria em nada. “A Lei Maria da Penha foi um ganho e estimula as vitimas a denunciarem“, completa a deputada.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.