O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve abrir hoje (10) a temporada de ‘troca-troca’ de políticos entre os partidos com vistas às eleições do próximo ano.

Com tendência de aprovação, o tribunal julga pedido de registro do nanico PROS (Partido Republicano da Ordem Social), que espera atrair cerca de 20 deputados federais até o dia 5, prazo final de filiação para os que quiserem concorrer no ano que vem.

O PROS será o 31º partido político do país. A legislação brasileira pune parlamentares que trocam de partido com a perda do mandato, mas não prevê punições para quem entra em novas siglas.

 

 

Advertisements
Leia também:  Silval entrega a rapadura e PMDB junto com o PT devem sentir o golpe

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.