Duas semanas depois de anunciar seus planos de se aposentar após as Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro, Usain Bolt mudou de ideia. A nova meta do velocista jamaicano é estender seu período nas pistas até pelo menos 2017, quando pretende encerrar sua trajetória no Mundial de Atletismo de Londres.

– Estou definitivamente reconsiderando. Acho que meus fãs, especialmente, têm manifestado uma preocupação com a minha aposentadoria. Todos eles acham que deveria seguir em frente. Eu discuti isso com meu treinador e ele acredita que seja possível. Vamos ver o que acontece, mas está nas ”cartas” que eu vou estender por mais um ano – disse Usain Bolt, em entrevista à imprensa britânica, após o lançamento de sua autobiografia.

Leia também:  Copa Federação pode ter jogos às segundas

Aos 27 anos, Usain Bolt ganhou recentemente três medalhas de ouro (100m, 200m e revezamento 4x100m) no Mundial de Atletismo, em Moscou.

Ele já afirmou que seu próximo objetivo é estabelecer um novo recorde mundial nos 200m e conquistar o lugar mais alto no pódio nos Jogos da Comunidade Britânica em Glasgow, em 2014, e no Rio de Janeiro, em 2016. Ao todo, ele é detentor de seis medalhas de ouro em Jogos Olímpicos, nas provas dos 100m, 200m e revezamento 4x100m em Londres 2012 e Pequim 2008.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.