Um hábito muito comum entre as pessoas, deixar o carro na porta da casa, colaborou com a ação de Jonny Ribeiro de Freitas (24) e Wellington Borobo (20) que mantiveram, na noite desta segunda-feira (24), os membros e visitantes da família de P.A.R.N. (44), em cárcere privado e sob ameaça de morte. Os assaltantes mantiveram presos V.B.S.R. (44), M.S.R. (16), M.S.R. (23), S.J.M. (22), M.S.R. (9), N.S.N.B. (2), I.M. (2) em uma residência na Vila Nova Aurora, em Rondonópolis.

De acordo com o patriarca da família, os rapazes entraram na casa no momento em que iria colocar o carro para dentro da residência, por volta das 22h, e  em poder de uma arma de fogo os assaltantes renderam P.A.R.N. , mulheres e as crianças.

Leia também:  Moto é recuperada e suspeitos são presos após acidente com perseguição policial

Durante a tentativa de roubo que virou cárcere privado, Jonny e Wellington não tiveram conhecimento que uma moça, filha do casal, estava trancada com a filha de 2 anos  dentro do quarto e entrou em contato com a Polícia Militar ao ouvir os gritos dos assaltantes.

Cercados pela PM os rapazes tentaram uma negociação de modo que pudessem fugir da residência em um dos carros da família. Segundo a esposa de P.A.R.N., o clima ficou tenso, pois Jonny e Wellington estavam com medo de morrer e mesmo com ânimos alterados não agrediram ninguém.

Depois de quase 5h de cárcere privado os assaltantes se entregaram, sem ferir nenhuma das vítimas, e foram encaminhados para o 1ª Delegacia de Polícia, onde foram autuados em flagrante por sequestro e cárcere privado, roubo, violação de domicílio e porte ilegal de arma. Em depoimento a PM, Jonny informou que tem três passagens por roubo, em Várzea Grande-MT e Campo Grande-MS.

Leia também:  Jovem bêbada perde controle de direção e bate em outros três carros

Acompanhe como foi a andamento e negociação do cárcere privado

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=QHY1h_FP_Gw[/youtube]

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.