Árbitro do NBB, Márcio Bastos Ruziska faleceu na madrugada desta quinta-feira, aos 24 anos, vítima de um acidente automobilístico, na Serra do Cadeado, no Paraná. Ele participou de todas as temporadas do NBB, tendo apitado as semifinais da quinta edição do campeonato, na temporada passada. As informações são da Liga Brasileira de Basquete e da Confederação Brasileira de Basquete.

Nascido na cidade de Astorga, no Paraná, Ruziska era uma das promessas da arbitragem brasileira. Além das semifinais da última temporada, ele trabalhou na partida final da LDB 2011. Márcio também fez parte do quadro de arbitragem de duas competições internacionais, como o Panamericano Universitário, em 2010, e Sul-Americano Sub-15 Masculino, em 2012. Ruziska se tornou árbitro internacional em 2011. Naquele ano, o brasileiro foi o mais árbitro mais novo de toda a América do Sul a conseguir o feito.

Leia também:  Torneio de tênis começa nesta quarta em Cuiabá

– Como profissional, era um árbitro com um potencial gigantesco. Ele era muito dedicado e estava sendo disposto a ajudar o basquete da melhor maneira. Além disso, ele era superquerido por todos, tinha um coração gigante e um caráter fantástico. É uma perda indescritível para a arbitragem nacional – disse a coordenadora de arbitragem da LNB, Flávia Almeida, que acompanhou a carreira de Ruziska desde o início.

A LNB prestará uma homenagem ao árbitro, respeitando um minuto de silêncio em todas as partidas da rodada desta quinta-feira da quarta etapa da LDB 2013, em Belo Horizonte (MG). Além disso, todos os árbitros dos jogos da competição Sub-22 vão trabalhar com uma pequena faixa preta em seus uniformes em lembrança ao colega de profissão.

Leia também:  Futebol em luto: morre Gilson Lira
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.