atentado de abril na Maratona de Boston que foi morto pela polícia, participou de um triplo homicídio em 2011, segundo um imigrante checheno já morto, citado em documentos judiciais protocolados na segunda-feira (21).

Ibragim Todashev, que teria conhecido Tsarnaev na época em que eles praticavam lutas marciais em Boston, disse a investigadores que Tsarnaev participou do assassinato de três homens esfaqueados em setembro de 2011 num apartamento em Waltham, nos arredores de Boston.

A imprensa dos EUA havia noticiado anteriormente que uma das vítimas era amigo íntimo de Tsarnaev, e que as mortes podem estar relacionadas a questões de drogas.

O FBI diz que Todashev foi alvejado e morto por um agente federal norte-americano cerca de um mês depois do atentado de Boston. Ele teria ficado repentinamente violento quando estava sendo interrogado a respeito de possíveis vínculos com Tsarnaev, que foi morto na caçada policial que se seguiu ao atentado.

As novas revelações sobre Tamerlan Tsarnaev constam em um documento de 23 páginas em que os promotores respondem a alegações dos advogados de outro suspeito pelos atentados, Dzhokhar Tsarnaev, irmão de Tamerlan, que está preso e pode ser condenado à morte.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.