Disputar a Série B do Campeonato Brasileiro não seria problema para Luis Fabiano. Com o São Paulo seriamente ameaçado de cair pela primeira vez na história da competição, o centroavante garante que faria questão de continuar no Morumbi se a queda se confirmasse. O contrato do jogador com o clube vai até o dia 31 de dezembro de 2015.

– Se cair, eu tenho contrato. Na Primeira ou Segunda (Divisão), eu pretendo cumprir meu contrato. Gosto do São Paulo e, se cair, não vou abandonar o São Paulo na Segunda Divisão. Com o São Paulo vou até para a Terceira – afirmou.

A má fase do Tricolor se confunde com o momento ruim do centroavante. Luis Fabiano é o artilheiro do time na temporada, com 20 gols, mas não empolga. Pelo contrário, vem desperdiçando seguidas oportunidades e contribui para a equipe não se afastar das últimas colocações. O clube do Morumbi aparece em 16º lugar, com 27 pontos.

Leia também:  Meninas do vôlei vencem a primeira em Cuiabá

– Faltam muitas partidas. Se voltarmos para a zona do rebaixamento, nada está perdido. Passamos várias rodadas nela e sabemos que é complicado sair, ainda mais nessa fase em que todas as equipes estão lutando por pontos – ressaltou.

O clássico contra o Santos, nesta quarta-feira, às 21h50m, na Vila Belmiro, é decisivo para o São Paulo. Uma derrota, aliada a uma vitória do Vasco sobre o Internacional, em Macaé, derruba o Tricolor novamente para o grupo dos quatro piores do Brasileirão. Por isso, os jogadores tratam o confronto no litoral como uma decisão.

– É um jogo importantíssimo, fundamental. Precisamos pontuar de qualquer maneira. Sabemos que, se jogarmos como contra o Grêmio, temos grandes chances de sairmos com a vitória. Fomos muito superiores, mas o momento não é favorável.

Leia também:  Diretoria do União decide manter 15 jogadores que disputaram a Série D
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.