A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira (31) a criação 1.437 cargos no Ministério Público da União. A proposta segue para votação no Senado.

O projeto prevê 687 cargos de procurador e 750 cargos em comissão no seu quadro de pessoal. As estimativas de impacto orçamentário financeiro da proposta totalizam R$ 4,2 milhões em 2013, R$ 9 milhões em 2014 e R$ 9 milhões em 2015.

Dos cargos de procurador, 12 serão de subprocurador-geral da República, 15 de procurador regional da República e 660 de procurador da República. Os cargos serão providos de forma gradual até 2020, sendo, por exemplo, 60 em 2014 e 108 em 2015.

Na justificativa do projeto, o Ministério Público aponta que a criação dos cargos busca fortalecer a gestão administrativa e melhor estruturar o órgão nos estados.

Leia também:  Bezerra atropela Anta na BR-163

Segundo o Fabio Trad (PMDB-MS), a proposta significa “investimento na estrutura do serviço público brasileiro”.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.