Com pouco mais de 25,67 milhões de toneladas de soja estimadas para a safra 13/14, Mato Grosso deve se manter como maior produtor dos grãos no país. A perspectiva é do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), que aponta o Paraná em segundo colocado, com 16,47 milhões, conforme a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O Estado do Sul, no entanto, vem concentrando a maior expectativa de produtividade nacional, de 3.348 kg/ha, 254 kg a mais que a esperada para Mato Grosso. O Rio Grande do Sul surge em terceiro, com 12,53 milhões de toneladas.

O plantio da soja em Mato Grosso já ultrapassa o realizado na mesma época da safra anterior. Os 4,20 milhões de hectares semeados até o momento superaram em 217 mil hectares da semeadura passada. O Imea apontou no boletim de acompanhamento desta semana, evolução de 23,2 pontos percentuais em relação ao último, maior avanço registrado. Com isso a semeadura atinge 50,6%  da área estimada em 8,30 milhões de hectares.

Leia também:  Captação de leite registra queda de 10,3% em MT

“Em relação à média dos últimos cinco anos, a semeadura da safra atual é ainda maior, ultrapassa em 15,9 p.p., demonstrando que os produtores aproveitaram as chuvas para correrem com a conclusão da semeadura, com isso garantindo uma boa janela de semeadura. Assim, desde que o clima não se torne adverso ao longo do desenvolvimento da oleaginosa, boas produtividades são esperadas para esta temporada”, destacou o instituto.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.