Raimundo Nonato Alves Batista, 36 anos, é roraimense, cabeleireiro e membro da Igreja Adventista do Sétimo Dia, mas há um ano a rotina de Batista e da família mudou. Ele, a esposa e os três filhos passaram a correr e até já ganharam troféus e medalhas em maratonas estaduais.

Batista explica que a rotina mudou quando, na igreja onde frequenta, tiveram a ideia de fazer o Clube de Atletismo Atletas da Esperança. Ele diz que só começou a praticar porque precisava fazer uma atividade física e os treinos eram somente aos fins de semana, mas com o tempo isso mudou.

– Eu comecei a correr porque os treinos eram somente aos sábados e domingos de noite e não atrapalhariam a minha rotina no salão, que não tinha hora para fechar. Mas com o tempo, fui tomando gosto pela atividade e passei a ter horário para fechar o salão e agora treino todos os dias e minha família me acompanha – conta o atleta.

Leia também:  1ª paraolimpíada 2017 acontece neste sábado

Para o lazer e treino diário de 10km, Batista conta com a companhia da esposa Goiacy, 36, que trabalhou mais de dez anos como manicure e pedicure no salão e hoje ajuda com trabalho nos cabelos. Os filhos atletas também passaram a integrar a ‘equipe’: Kassandra,18; Wadina Batista, 16, e Wadson, 14. Eles conciliam os treinamentos com escola, faculdade e a religião.

Em um ano, o trabalho já deu resultado. A família Batista participou da tradicional Corrida 9 de Julho, competição em homenagem ao aniversário da cidade de Boa Vista, com quase 3000 atletas e ficaram entre os 40 primeiros. Já na Corrida Rústica Duque de Caxias, Wadina e Wadson chegaram em primeiro lugar nas categorias feminino e masculino, respectivamente. Os Batistas também participaram de outras quatro competições em 2013.

Leia também:  Campeonato de futebol society acontece em zona rural de Rondonópolis

Mas quem faz muitas atividades tem que saber conciliar. Pelo fato dos Batistas serem adventistas, eles não podem fazer nenhuma atividade a partir das 18h da sexta-feira até às 18h horas do sábado. Prova disso é a ausência deles na próxima competição estadual por cair em um sábado, a Corrida 5 de Outubro, em homenagem ao aniversário de Roraima. Mas a família já tem outra opção.

– Entendemos que não podemos participar de nenhuma outra atividade no sábado, por causa da nossa religião, e por isso o Clube de Atletismo Atletas da Esperança resolveu realizar a Corrida Quebrando o Silêncio, em um domingo, 13 de outubro. Só não podemos e nem pensamos em parar. Além de hoje sermos atletas, a corrida nos uniu ainda mais – finaliza Batista.

Leia também:  Paranatinga | Atleta de Jiu Jitsu conquista duas medalhas de ouro em campeonato internacional
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.