Dayanna Maia, filha de Latino, posa para o EGO na praia da Reserva, no Rio (Foto: Marcos Serra Lima / EGO)
Dayanna Maia, filha de Latino, posa para o EGO na praia da Reserva, no Rio -Foto: Marcos Serra Lima / EGO

Dayanna Maia cresceu no mundo artístico. Filha mais velha de Latino, a menina,de 17 anos, sempre acompanhou o pai em shows e eventos e foi acostumada a ser citada em alguma matéria ou entrevista feita com ele. Neste ano, quando postou uma foto em seu perfil no Instagram em que aparecia de biquíni, a estudante virou notícia por sua beleza e começou a ver os holofotes serem direcionados a ela. “Foi uma foto só e eu estava de short. Incrível como as pessoas comentaram”, lembra ela.

A foto fez com que a curiosidade sobre a menina aumentasse e ela virou uma espécie de “musa” nas redes sociais como a filha gata de Latino. Mas Dayanna não quer só isso. Cursando o último ano do colégio, ela resolveu seguir a carreira artística, como o pai, e quer ser atriz. “Meus pais são muito rígidos. Eles falaram que eu tinha de acabar os estudos antes de entrar no teatro. Eles têm medo que se eu entrasse e as coisas dessem certo, eu abandonasse o colégio. Isso foi uma preocupação grande. Mas assim que eu me formar, vou me dedicar inteiramente a isso”, afirma.

Mesmo sem fazer um curso de interpretação, Dayanna diz que a vontade de atuar é um sonho de criança, quando ela brincava de ser alguém diferente. “Sei que não é uma profissão fácil, mas é meu sonho e vou lutar bastante por isso. Se eu não tiver talento, vai ter de surgir porque não quero outra coisa da vida”, diz.

Leia também:  O outro lado do Paraíso | Renato diz para Clara que o acidente de Raquel pode ter sido proposital

Ciumento, Latino gostaria que a filha seguisse outra carreira. “Eu ainda não o convenci. Meu pai tem esperança que eu mude de ideia. Ele queria que eu fizesse Administração para cuidar das coisas dele. Mas não é o que quero para minha vida. Ele é muito meu amigo e me apoia em qualquer decisão, mas tem medo porque sabe que não é uma profissão fácil”, conta ela, que se inspira na carreira de Cleo Pires.

FAMÍLIA
E parece que o cantor vai ter que se acostumar com a ideia das filhas seguirem carreira artística. Suas outras filhas, Amanda e Suzanna, de 15 e 13 anos respectivamente, também já confidenciam para a irmã mais velha que querem ser cantoras. “A Amanda canta e dança. A Suzanna também. Quando nos encontramos, sempre falamos sobre os cursos que queremos fazer. Por um acaso, as duas também querem ser artistas”, diz Dayanna.

No último Dia dos Pais, Latino já tinha falado ao EGO como é a relação com as meninas. “Pior é que sou ciumento (risos). Tenho ciúme delas, mas entendo que os pais precisam sacar seus próprios limites e entender que elas têm que enfrentar a vida para amadurecer. Além disso, tenho uma relação de amigo com elas, e elas comigo. Conversamos sobre tudo”, contou ele, em entrevista.

Leia também:  Maiara que faz dupla com Maraísa é atropelada em GO por motorista que mexia no celular

Dayanna concorda com a declaração do pai, mas o entrega quando o assunto é namoro. “Ele ficou todo bravo quando disse que estava namorando. Só tive um namorado e ficamos juntos por três meses. Acho que ele pensa que eu o namoro até hoje. Ele acha que eu disse que terminei para não deixá-lo com ciúmes. Ele não destratava, mas também não tratava o menino”, diverte-se Dayanna.

Em compensação, as namoradas de Latino também precisam passar pelo crivo da estudante. “Sou bastante ciumenta com ele. Quando ele começa a namorar, ele me apresenta a namorada e vê se eu gostei. Sempre respondo: ‘Ah, deu para o gasto’ (risos). A Rayanne é uma das mulheres dele que eu mais me dei bem. A gente não tem muita diferença de idade e sempre fomos muito amigas. Ela é um exemplo para mim porque a acho linda e pela história de vida dela. Sou muito ciumenta, mas a Rayanne já me conquistou”.

A vaidade é algo em comum com a “madrasta”. “Sou muito vaidosa. Sou viciada em produtos para cabelo, unhas, maquiagem e roupas. Eu fazia jazz, mas tive de parar por causa dos estudos. Hoje, faço pilates e tenho a sorte de ser meio ruim para engordar. Vou para casa do meu pai e a empregada deixa bolo de laranja, brigadeirão para eu comer. Meu pai diz que sou magra de ruim”, conta ela que tem 1,75m e 60kg.

Leia também:  O outro lado do Paraíso | Duda se emociona ao descobrir que Clara é sua filha

FAMA
A mãe, a advogada Isabel Maia, apoia, mas tem ressalvas com a carreira de Dayanna. “Ela é bem protetora, mas fica com medo de eu ficar deslumbrada com a fama. Ela sabe que sou pé no chão. Ela conhece a minha personalidade”, diz a estudante, que já sabe lidar bem com o sucesso: “Quero ser famosa, mas não quero fama por si só. Quero que reconheçam o meu trabalho. Até porque fama é algo que não me enche os olhos. Sempre acompanhei meu pai e reparei que muita gente se aproximava dele pela fama ou pelo dinheiro. Até de mim mesmo. Na escola, todo mundo me perguntava como era ser filha do Latino. Mesmo sendo nova, sempre soube reconhecer esse tipo de pessoa. É inevitável. A fama será uma consequência com a qual vou ter de aprender a lidar. Eu tive um bom exemplo durante a vida”, afirma.

Enquanto não começa o curso de atuação e a tão sonhada carreira de atriz, Dayanna se prepara para prestar vestibular para a faculdade de Cinema na PUC Rio. Mas avisa que está preparada para tudo quando entrar de cabeça na profissão – de raspar a cabeça a cenas mais quentes. “Quando você escolhe essa carreira, tem de se entregar a ela. Vou estudar muito para conseguir fazer bem e transmitir a emoção em qualquer cena que me derem. Estou preparada”, avisa.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.