Moradores de estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste terão de adiantar os seus relógios em uma hora, a partir  do dia 20 de outubro em razão do início do Horário de Verão 2013.

De acordo com a confirmação do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) horário de verão 2013/2014 seguirá até o dia 16 de fevereiro de 2014, quando os relógios serão atrasados em uma hora, com o fim do horário de verão.

O Tocantins, que chegou a aderir no ano passado, foi excluído novamente este ano e a Bahia, que adotou o horário em 2011, também está fora da mudança.

Na última temporada (2012/2013), o horário de verão gerou uma economia de 4,5% no período de pico (entre as 18h e as 21h) nos estados em que foi implementado.

Leia também:  Caos, incêndio, feridos e morte causado por engavetamento com 36 veículos em SP

No Brasil, o horário de verão foi instituído pela primeira vez no verão de 1931/1932 pelo então presidente Getúlio Vargas. A medida é adotada sempre nesta época do ano, quando os dias são mais longos por causa da posição da Terra em relação ao Sol e a luminosidade natural pode ser melhor aproveitada, reduzindo o consumo de energia nos horários de pico e evitando o uso de energia gerada por termelétricas, que é mais cara e mais poluente do que a gerada pelas hidrelétricas. Também no fim do ano há um aumento na demanda por energia, resultante do calor e do crescimento da produção industrial devido ao Natal.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.