A seis etapas para o fim da temporada, Mark Webber já convive com a sensação de se despedir da Fórmula 1 após 11 anos dedicados à principal categoria do automobilismo mundial. E o balanço da carreira feito pelo australiano de 37 anos resgata um momento dramático vivido pelo piloto da RBR durante o GP do Japão de 2007.

– Eu tive uma intoxicação alimentar. No meio da corrida, não consegui segurar e vomitei no meu capacete. Estava em segundo lugar e continuei a prova, claro – disse Webber ao tabloide alemão “Bild”.

No circuito de Fuji, em Shizuoka, Webber teve uma de suas melhores oportunidades de subir no lugar mais alto do pódio naquela temporada. O australiano conseguiu dominar o tempo chuvoso e travava um duelo acirrado com a McLaren de Lewis Hamilton. Nem mesmo o episódio de vômito dentro do carro (clique aqui para ver o vídeo) parecia suficiente para frear o piloto da RBR.

Leia também:  Luverdense fica no empate com o Paraná

Mas eis que um jovial Sebastian Vettel, então disputando apenas sua segunda temporada na F-1, apareceu para estragar a festa de Webber. A poucas voltas para o fim da prova, com o safety car na pista, seu carro foi acertado pelo novato de 20 anos, que defendia a Toro Rosso, equipe co-irmã da RBR. O australiano e o futuro parceiro de escuderia precisaram abandonar a disputa após o acidente.

Após a chegada de Sebastian Vettel à RBR, em 2009, Webber e o parceiro alemão protagonizaram alguns episódios polêmicos, que expuseram ao público o relacionamento conflituoso entre os dois. Na atual temporada, o tricampeão mundial ignorou uma ordem da equipe austríaca durante o GP da Malásia, em março, e ultrapassou Webber para ficar com a vitória. Confrontado pelo australiano, Vettel admitiu o vacilo e pediu desculpas.

Leia também:  Reway estará em jogo das eliminatórias da Copa do Mundo

Reconhecendo estar desmotivado para continuar competindo, Mark Webber se prepara para abandonar a Fórmula 1 em uma fase bastante irregular da carreira. Enquanto vê o parceiro Vettel liderar com folga o Mundial de pilotos, o australiano é apenas o quinto, com quatro pódios – nenhuma vitória – em 13 provas. Ao longo da carreira, Webber venceu nove corridas, e registrou os melhores momentos em 2010 e 2011, quando terminou o campeonato em terceiro lugar.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.