Para conseguir um espaço de destaque dentro da política, é comum que vereadores, deputados e os políticos que labutam no Executivo migrem para outros partidos na tentativa de ter voz ativa e de poder opinar de forma que suas ideias sejam ouvidas pelos presidentes das respectivas siglas ao qual são filiados.

Dois vereadores da Câmara Municipal de Cuiabá disseram à reportagem do AGORA MT, mediante exigência de não ter seus nomes divulgados, que muitos dos integrantes da Casa de Leis da capital já pensam em alçar voos maiores e miram a Assembleia Legislativa.

“Lá o poder de fazer as coisas acontecerem é maior”, sonhou alto um deles. “A imprensa presta mais atenção na AL do que em nós”, reclamou o outro.

Leia também:  Portaria confirma Alencar como procurador-adjunto

O medo de ter seus nomes ligados as declarações se deve ao fato de que eles podem se ‘queimar’ e não conseguir espaço num novo partido nem ser aceito mais pelo partido que eventualmente pretendem deixar.

Contudo, o que se sabe é que quando mais próximo se chega das eleições, mais cresce o ‘burburinho’ nos bastidores de quem está saindo de onde e quem está indo para qual lugar. Só na capital, quatro vereadores já entraram na dança das cadeiras.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.