A diretoria alvinegra divulgou, ontem à tarde, a lista de dispensas do clube, pós eliminação do Campeonato Brasileiro da Série D. Desde a derrota de 3 a 2 para o Tupi-MG, em Juiz de Fora, na semana passada, o presidente Eder Moraes vinha evitando confirmar a reestruturação do clube. Ontem, durante a apresentação do técnico Zé Roberto, que substitui Ito Roque, saiu a relação dos liberados.

Encabeçam a lista os goleiros Bruno e Guilherme, que não renovaram com o clube. Os contratos se encerraram e a diretoria não tinham condições de negociar uma renovação por falta de recursos. O presidente Eder Moraes trabalha agora para a readequação do elenco, agora ‘caseiro”, cuja folha de pagamento deve ser reduzida em 75%.

Leia também:  Corinthians vence o Fluminense de virada e se torna campeão brasileiro pela sétima vez

Além dos goleiros foram dispensados o zagueiro Welington, os jogadores Adilio, Fabrizio, os atacantes Rafael Paty e Obina, meia Robinho e o atacante do mesmo nome. Já o atacante Geílson continua no clube. Apesar de ter um salário acima da média do elenco, será pago por um grupo de empresários. Os demais atletas locais foram mantidos, com destaque para o volante Jamba.

Até agora é regularizar o goleiro Wallison, que tem 26 anos, e Vitor, da base do time sub-17 – tem apenas 16 anos, para ser o reserva imediato. Vitor surge como uma grande promessa do clube. Além de ter feito boas defesas, na partida contra o Sorriso, defendeu um pênalti, no Egídio Preima.

Leia também:  Cuiabá Arsenal embarca em busca de vaga na final do brasileiro

O clube está trazendo o atacante Lino Guerreiro, que trabalhou no Crac-GO com o técnico Zé Roberto, mas não descarta repatriar Igor, que está sem clube. A equipe só volta a campo na próxima quarta-feira (23) com o Luverdense, pela segunda rodada da Copa Mato Grosso.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.