Foto: reprodução
Foto: reprodução

Glee tem data para acabar. O produtor Ryan Muprhy, co-criador da série, anunciou que a sexta temporada do programa será a última. Ele também admitiu que a morte do ator Cory Monteith, que teve uma overdose em julho, influenciou uma mudança significativa no show.
“O ano final da série, que vai ser no próximo ano, foi desenhado em torno da história de Rachel e Finn. Eu sempre pensei nisso, eu sempre soube como iria acabar. Eu sabia que ele estaria na última cena. Eu sabia qual era a última fala dele e o que ela falaria para ele. Então, quando uma tragédia dessa acontece, você tem que dar uma pausa e pensar no que você quer fazer”, contou o produtor, que afirmou ainda estar procurando um novo destino para o final de Glee, mas já sabe que caminho pretende seguir.

Leia também:  Resumo de novelas desta segunda-feira (06)

“Eu tenho uma boa ideia. Eu vou conversar com o estúdio e com a emissora dentro de uma semana para ver como após a morte de Cory nós poderemos encerrar o show e eu acho que vai ser bastante satisfatório. E meio que homenageia ele, o que eu amo”, disse Ryan.
Na semana passada foi ao ar, nos Estados Unidos, o episódio em homenagem a Cory, que teve o melhor desempenho na audiência da série desde setembro de 2012 – cerca de 7,4 milhões de telespectatores assistiram ao episódio, significando um aumento de 75% de audiência se comparado ao episódio anterior. Porém, os indíces de Glee já não são os mesmos de quando a série estreou (em maio de 2009) e se tornou um fenômeno de público, chegando a ter mais 10 milhões de telespectadores.

Leia também:  Atriz da Globo Márcia Cabrita morre aos 53 anos
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.