Uma confusão dentro do Banco Bradesco em Rondonópolis terminou em caso de polícia. A briga teve início após o segurança D. F. C., 19 anos, contratado pelo Sindicato dos Bancários que teria barrado um idoso de 65 anos de sacar a aposentadoria e o agredido verbalmente.

De acordo com a vítima, D. B. S. 65 anos, ele e a esposa teriam vindo de um sítio na região da Boroaba, para sacar as aposentadorias. “Quando eu cheguei na agência ele perguntou se eu tinha cartão, eu disse que sim depois lembrei que não, ai ele disse que eu não poderia sacar lá e que era pra eu ir até um banco postal. No banco postal me mandaram insistir lá agência do Bradesco, foi quando retornei e eles me deixaram entrar”, lembra o aposentado.

Leia também:  Veículo é recuperado após casal sofrer sequestro com cárcere privado

Dentro da agência, o idoso ficou incomodado ao ver o jovem barrando sua esposa, que também precisava sacar a aposentadoria, já que o cartão dela está bloqueado. Foi quando começou a confusão. “Eu disse que ela tinha o mesmo direito meu e que eles eram uns incompetentes”, frisou o idoso. O jovem começou a chamar o idoso de ‘velho caduco’ e a falar palavras de baixo calão e irritado partiu para cima do idoso, mas foi interceptado por três pessoas que chamaram a polícia e evitaram uma possível agressão.

D. F. C., 19 anos, foi levado para a delegacia de proteção ao Idoso, onde prestou depoimento e foi liberado.

SINDICATO

Segundo o presidente do sindicato dos bancários, Sebastião Tavares, o jovem foi contratado desde o início da greve para auxiliar na segurança e na orientação dos clientes. “No momento da confusão eu não estava, mas nós sempre orientamos para que não haja conflito entra os clientes”, diz Sebastião.

Leia também:  Cliente morre imprensado por carro dentro de mecânica em Rondonópolis
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.