O Complexo Intermodal de Rondonópolis Vicente Vuolo, gerenciado pela América Latina Logística (ALL), ainda não conseguiu o alvará de funcionamento dos Bombeiros e mesmo assim segue funcionando normalmente. Amanhã (19), fará um mês que o terminal foi inaugurado oficialmente.

De acordo com o comandante do Corpo de Bombeiros, tenente coronel Vanderlei Bonoto, pela 3ª vez o projeto veio para a corporação, porém desde o 1º nada foi mudado. Para que o alvará seja expedido é preciso que a ALL cumpra todas as determinações estabelecidas no projeto.

“O projeto já veio três vezes para cá, porém eles ainda não alteraram as recomendações previstas em lei. Todo o processo funciona com a apresentação do projeto, aprovação, execução e por fim acontece a vistoria , ou seja, somente após o projeto estar em conformidade é que iremos mandar um técnico para avaliar e verificar se está de acordo ou não”, diz.

Bonoto ainda explicou que no projeto faltam itens de segurança como a proteção contra incêndio e pânico.

O secretário de Receita de Rondonópolis, Mohamed Zaher, disse que a licença provisória ainda está no prazo, porém na 1ª reportagem publicada sobre o assunto (leia aqui), Mohamed havia dito que a licença era válida apenas para 20 dias.

“Eles ainda estão no prazo. A licença é de 45 dias, que pode ser renovada por mais 45 dias. Caso esse novo tempo não seja cumprido, ai a conversa será diferente, vamos buscar junto a procuradoria do município, tomar medidas cabíveis”, conclui.

ALL

A empresa foi procurada e prometeu enviar uma nota sobre o assunto.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.