A presidente Dilma Rousseff comentou em seu microblog oficial nesta terça-feira (101) a elevação do teto de financiamento imobiliário com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

A mudança decorre de decisão do Conselho Monetário Nacional (CMN), que elevou de R$ 500 mil para R$ 650 mil o teto de financiamento do SFH, o que contempla os limites para aquisição da casa própria. Especificamente para os Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Distrito Federal ficou em R$ 750 mil em razão dos custos imobiliários mais altos.

“A partir de hoje, ampliamos o valor dos imóveis que o trabalhador pode comprar utilizando seu saldo do FGTS. É mais possibilidade para quem sonha com sua casa própria. O teto do FGTS será R$ 750 mil em SP, RJ e DF, e de R$ 650 mil nas demais regiões”, afirmou a presidente em sequência de mensagens editadas para adequar-se aos limites de caracteres imposto pela rede social.

Leia também:  Exportação cai 65% em julho em Rondonópolis

O aumento do teto, que estava congelado desde abril de 2009, é reivindicado pelo setor da construção civil e bancos há pelo menos dois anos. A área econômica resistia em alterar os limites por temer concentração nas operações nessa faixa de preço mais elevada e o possível impacto na inflação.

Dilma reativou sua conta no microblog  Twitter na última sexta-feira em meio a uma ampla mudança na estratégia de comunicação do governo federal. A presidente tem em conta no microblog 1,9 milhão de seguidores.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.