Foto: TV Globo
Foto: TV Globo

Paloma (Paolla Oliveira) não quer acreditar que o próprio irmão foi capaz de separá-la da filha após seu nascimento.
No entanto, não resta dúvida da culpa de Félix (Mateus Solano) quando César (Antonio Fagundes) exibe a echarpe em que Paulinha (Klara Castanho) estava enrolada naquela fatídica noite com as digitais do vilão.

Paloma finalmente enxerga que seu próprio irmão jogou a menina em uma caçamba de lixo. Cega de raiva, ela grita, diz que odeia Félix e parte para cima dele, distribuindo tapas com a força dos anos da tristeza acumulada pela distância da filha.
Félix: “Eu nunca gostei de você, Paloma. Nunca. Desde menino, quando você chegou e me disseram, ‘Felix, você tem uma irmãzinha’, eu te considerei uma intrusa. O meu pai nem olhava mais pra mim desde que você chegou, Paloma. Você me roubou o amor do meu pai”.
A pediatra fica chocada com tanto rancor, mas não perde a chance de verbalizar sua fúria.

Leia também:  O Rico e Lázaro | Rainha Neusta dá a benção para Joaquim se casar com Edissa

Paloma: “Sempre na vida eu estava disposta a te dar amor. Agora, no lugar dele, tem um sentimento tão ruim que nem sei o que é. Por mim, você pode morrer sozinho! Eu nunca mais quero que você se aproxime de mim ou da minha filha. Você me tirou os primeiros anos da minha filha. Você tirou um pedaço da minha vida, Félix, e isso eu não posso perdoar. Nunca! Você fala de amor, mas você fede, Félix. Cheira mal”.

A cena vai ao ar nesta segunda-feira, 18, em Amor à Vida, na Globo.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.