Com quase um mês de paralisação os servidores do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT), se reunirão na manhã desta quinta-feira (14) com o governo do estado para tentar chegar a uma negociação. O diálogo foi aberto após a manifestação realizada ontem (13) em frente ao Palácio Paiaguás.

“Nossa intenção é que o governo abra o diálogo nos pontos que insiste em não discutir como o repasse para o Detran-MT mensalmente previsto em lei, para garantir que os recursos cheguem na entidade garantindo melhorias nas condições de trabalho dos servidores e no atendimento a população e também que revogue a lei que prevê a terceirização do setor de vistoria e a implantação da ambiental por empresa particular. Além da redução de cargos comissionados e os que restarem 50% seja ocupado por servidores efetivos”, afirmou Veneranda Acosta presidente do Sindicato dos Servidores do Detran-MT(Sinetran-MT).

Leia também:  Servidores do Detran-MT retomam parcialmente serviços após greve

Veneranda afirma que a categoria já tinha flexibilizado nas outras pautas de reivindicações, já que o governo não atendeu tais pautas inteiramente, porém não tem passado nenhuma perspectiva de investimento na entidade a fim de sanar as condições insalubres de trabalho.

Antes da reunião, os servidores irão se concentrar no Detran-MT a partir das 8h para distribuir panfletos à população informando os motivos da greve.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.