E o que se temia na Gávea aconteceu. O resultado da ressonância magnética do armador Benite, constatou uma ruptura no ligamento cruzado do joelho esquerdo e do menisco lateral. As lesões vão afasta-lo das quadras pelo período entre seis e oito meses (a tendência é de prazo mínimo), o que o tira do restante do NBB, que termina no dia 31 de maio, e da Liga das Américas, que será disputada no final do mês de janeiro e início de fevereiro.

O problema no local é semelhante ao do astro americano do Chicago Bulls, Derrick Rose, que nesta semana passou por uma operação para reconstituir o menisco do joelho direito e também estará ausente de toda a temporada da NBA, pelo segundo ano consecutivo.

Leia também:  Atleta da Seleção brasileira de Hóquei é assassinado com tiro na nuca em SP

– Infelizmente confirmou nossa expectativa, que já não era boa. Foram confirmadas as lesões do ligamento cruzado anterior e do menisco lateral do joelho. Foi uma lesão combinada. A do menisco é até menos grave, mas a do ligamento cruzado é complicada. A média de recuperação e retorno às quadras é de seis meses a oito meses, mais para seis, com desvio de tempo para cima ou para baixo, começando a contar após a cirurgia, que deve acontecer daqui a umas duas semanas – explicou o médico Cláudio Cardone.

Andando com auxílio de muletas, mas sem nenhum tipo de imobilização, o jogador da seleção brasileira já está realizando sessões de fisioterapia para pré-operatório com o objetivo de desinchar o joelho e recuperar a mobilidade. Após a operação, o camisa 8 deve ficar o primeiro mês se tratando em Campinas, sua cidade natal, com o médico da família.

Leia também:  Avengers e Ki-Modelo disputam final de basquete nesta sexta

Benite se machucou na última quinta-feira no final da partida com o Palmeiras, em São Paulo, na vitória dos cariocas por 84 a 71. Na ocasião, o atleta foi ao chão quando pisou no pé do ala Guto e sofreu um entorse na região. O armador foi retirado de quadra chorando.

Marquinhos fará novo exame de imagem na semana que vem

Se por um lado o técnico José Neto teve a péssima notícia da lesão de Benite, por outro, ele poderá ter uma positiva. Na próxima terça-feira, o ala Marquinhos será submetido a mais um exame de imagem para saber se o edema ósseo na tíbia regrediu. Na ressonância feita há um mês, o problema tinha diminuído em 70%. A expectativa é de que o jogador esteja em condições de atuar em janeiro.

Leia também:  União começa neste domingo sonho de voltar à Copa do Brasil

– Marquinhos faz exame na terça-feira, Ele está treinando na piscina e na musculação. No mês passado, o edema tinha regredido em 70%. Esperamos que tenha melhorado ainda mais. Não sei se totalmente, mas próximo disto. O prazo de retorno em janeiro está mantido. Mesmo que a regressão seja de 100% é muito difícil ele voltar a jogar antes deste prazo, já que o campeonato para no próximo dia 20 – contou Cardone.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.