Abertura dos trabalhos dos “16 Dias de Ativismo” – Foto: Aécio Morais/AGORA MT
Abertura dos trabalhos dos “16 Dias de Ativismo” – Foto: Aécio Morais/AGORA MT

Mulheres e homens participaram na manhã desta segunda-feira (25) da caminhada, pela região central de Rondonópolis, que marcou a abertura dos “16 Dias de Ativismo” o evento também é em comemoração ao Dia Internacional da Não Violência Contra as Mulheres. A passeata também contou com familiares de mulheres que foram assassinadas no município.

A presidente do Conselho Municipal de Direito das Mulheres (CMDM), Mara Oliveira, frisou que a partir desta segunda-feira (25) até o dia 10 de dezembro serão realizadas várias ações para fomentar os trabalhos de conscientização e combate a violência contra a mulher que já são realizados durante todo o ano.

Mara lembrou que infelizmente ainda é muito alta a violência contra a mulher, tanto física como psicológica, e por essa razão a assunto precisa ser tratado constantemente com a finalidade de que as pessoas tenham mais consciência e o quadro seja revertido.

Leia também:  Feriado de 7 de setembro terá transporte público gratuito para a população

A gerente do Departamento de Ações Programáticas da Secretaria Municipal de Saúde, Eliane Ormund, observou que a violência contra a mulher é caso de saúde pública e como forma de conter este problema todos os Postos de Saúde da Família (PSF) estão capacitados para ajudar as mulheres vítimas de violência e notificar compulsoriamente os casos de agressão.

Roziney Oliveira, mãe de Rosana Sebastiana de Oliveira assassinada em 16 de outubro, disse que nada vai tirar a dor pela forma que a única filha foi retirada. Até hoje tem a sensação que irá reencontrar a filha e doe muito ver o neto chamando a mãe. “Não dá para entender tamanha violência, é preciso acabar com isso. Gostaria de ter minha menina comigo”, desabafou emocionada Roziney que espera por justiça.

Leia também:  Moradores do Colina Verde e Sagrada Família reclamam da falta de água nos bairros
Advertisements
COMPARTILHAR
Artigo anteriorTorta Portuguesa de Liquidificador
Próximo artigoSubiu ao altar

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.