As inundações causadas por fortes chuvas trazidas com a passagem do Ciclone Cleópatra, na Ilha da Sardenha, resultaram em 18 mortos, cerca de 2.700 desalojados e incontáveis danos materiais, disse hoje (19) o ministro italiano do Ambiente, Andrea Orlando, em visita à Câmara dos Deputados.

Foram as equipes de socorro, que procuram alcançar áreas de difícil acesso devido aos deslizamentos de terra e à queda de pontes, que contabilizaram 18 mortos, entre elas quatro crianças.

“Cerca de 2.700 pessoas foram obrigadas a abandonar as suas casas e foram acolhidas em estruturas [públicas] ou por familiares”, acrescentou Orlando. Ele destacou a característica atípica das tempestades, com picos de “450 milímetros [mm] de chuva, contra uma média de 1.000 mm por ano” em Itália. O Parlamento fez um minuto de silêncio pelas vítimas, antes do relato do ministro.

Leia também:  Homem é preso por pintar sinalização de avenida na China

Segundo o diretor da Defesa Civil italiana, Gianfranco Galaffu, a tempestade de segunda-feira afetou cerca de 20 mil pessoas. “Estamos procurando nas casas, no subsolo, especialmente nas zonas periféricas. Há muito para fazer.”

Os bombeiros realizaram mais de 600 intervenções. De acordo com o responsável pela brigada da Sardenha, muitos dos veículos dos bombeiros estão bloqueados nas áreas inundadas.

O governo italiano declarou “estado de emergência” e destinou uma ajuda de 20 milhões de euros para minimizar os danos e apoiar os afetados pela passagem do Ciclone Cleópatra, que atingiu a ilha ontem e continua a causar chuvas em todo o país.

O papa Francisco disse hoje que se sentir “profundamente comovido” pela “espantosa” catástrofe natural. Em seu Twitter, o pontífice pediu aos seguidores que rezem pelas vítimas da tragédia, em particular as crianças.

Leia também:  Polícia responde a relatos de explosão em Nova York

A Sardenha é uma região autônoma de Itália e a segunda maior ilha do Mediterrâneo, depois da Sicília.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.