Foto: assessoria
Foto: assessoria

O presidente do Detran Gian Castrillon e os donos de autoescolas convocaram os servidores do setor de habilitação responsáveis pela banca examinadora de exames práticos para uma reunião hoje(8) e pressionaram os servidores a voltarem ao trabalho.

A reunião aconteceu a portas fechadas no auditório do Detran com a presença de policiais da Rotam que impediram a entrada dos servidores e do Sindicato.

Como o movimento é pacífico, os servidores  sentaram na porta do auditório aguardando o término da reunião.

“Isso é um absurdo! Os donos de autoescolas vieram desde às 7h com dezenas de carros, trancaram a guarita principal do Detran constrangendo os servidores que estão em greve por conta de interesses financeiros deles e não estão preocupados com o bom atendimento a população senão estariam  lutando por melhores condições de trabalho para o melhor funcionamento da entidade”, protestou Veneranda Acosta, presidente do Sindicato dos Servidores do Detran-MT.

Leia também:  Seleção para estagiários do curso de Direito no MPC-MT segue até 10 de novembro

Veneranda esclarece que somente parte do setor de habilitação está retornando ao trabalho pelo assedio e ameaças do Detran que também anda retirando os cartazes da greve e faixas de manifestação da sede do Detran numa postura anti-sindical.

Sobre a decisão da justiça que decretou a ilegalidade da greve, o Sinetran-MT informa que já foi notificado e que já recorreu.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.