foto voce reporter marcelo lucas rua rui barbosa canaa
O desmoronamento atingiu as barreiras de proteção – Foto: Você Repórter Marcelo Lucas / AGORA MT

A vala existente na rua Rui Barbosa, no bairro Vila Canaã, em Rondonópolis piorou com a chuva da tarde desta segunda-feira (11). A via já estava interditada pela metade e agora com o agravo do problema os carros são obrigados a invadir uma residência que fica próximo a vala para passar e os pedestres se arriscam em meio o buraco e a lama.

De acordo com o morador, Marcelo Lucas, há anos ele espera por essa obra e teme que com o início das chuvas o reparo seja esquecido mais uma vez.

“Estamos esperando uma solução para esse problema, além disso, na época da eleição isso foi muito utilizado nas campanhas. Esperávamos que com a nova administração breve a obra estaria pronta, mas ainda nem começou”, desabafa o morador.

Leia também:  Modo de encantar clientes da Disney será tema de palestra da CDL
Morador se desequilibra ao passar próximo da vala - Foto: Aécio Morais / AGORA MT
Morador se desequilibra ao passar próximo da vala – Foto: Aécio Morais / AGORA MT

Após um acidente em 8 de agosto deste ano, onde o motorista embriagado perdeu o controle e caiu na vala (leia aqui), a Assessoria da Prefeitura Municipal de Rondonópolis se manifestou na época. Em nota o Secretário de Infraestrutura, Argemiro Ferreira, já previa que na próxima chuva o barranco não iria aguentar. Ele havia afirmado que no dia 19 de agosto de 2013 as obras de recuperação teriam início, mas até hoje nada foi feito.

Moradores se arriscam - Foto: Aécio Morais / AGORA MT
Moradores se arriscam – Foto: Aécio Morais / AGORA MT

OUTRO LADO

A redação do AGORA MT entrou em contato com o secretário municipal de Infraestrutura, Argemiro Ferreira, para saber quais as medidas que Pasta tomará diante do problema.

Segundo o secretário, está tramitando na Caixa Econômica uma reprogramação de um contrato, que fará a canalização do córrego naquela região até o Rio Vermelho. “Estamos aguardando uma liberação para depois licitar a obra e executá-la”, explicou.

Leia também:  Presidente do Detran solicita parceria do município para construção de nova Ciretran

Argemiro informou que a obra não teve início na época, porque a prefeitura preferiu fazer um trabalho definitivo e não um trabalho paliativo, para não ter que repetir no próximo ano.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.