Mesmo sem correr, o baiano Giomar Pereira da Silva, hexacampeão, e a paulista Roselaine de Sousa Silva, vencedora pela segunda vez, garantiram o título do Ranking CAIXA/CBAt de Corredores Rua-2013, após a disputa da 30ª e antepenúltima etapa do evento, realizada na manhã deste domingo 24, em Brasília (DF). Os atletas do Cruzeiro/Caixa não poderão ser alcançados nas últimas duas provas do ano.

Valdir de Oliveira e Rosiane Xavier dos Santos foram os brasileiros mais bem colocados na competição, que fechou o Circuito CAIXA de Corridas. Valdir foi o vencedor, enquanto Rosiane terminou em segundo lugar, atrás apenas da queniana Maurine Jelagat.

A prova masculina foi bem equilibrada. Valdir de Oliveira só conseguiu assegurar a liderança nos últimos 500 metros, mesmo assim seguido de perto por José Nilson de Jesus e Justino Pedro da Silva, segundo e terceiro colocados.

Leia também:  Times de Mato Grosso vão mal na rodada de final de semana

“Foi uma prova difícil e com ritmo forte. Senti uma contusão logo depois de Recife, em agosto, quando também venci. Agora estou voltando a me sentir em boas condições”, comentou o atleta, que completou os 10 km em 30:02.

Ivanildo Pereira dos Anjos, o “Gomes”, terminou em sexto lugar na etapa, mas festejou o vice-campeonato no Ranking. “Foi uma temporada bem regular. O Giomar já é o campeão e estou muito satisfeito com o vice”, lembrou o corredor mineiro.

A brasiliense Rosiane dos Santos também teve um bom motivo para comemorar o segundo lugar em sua cidade. Ela completou 31 anos nesta sexta-feira. “Senti um pouco o percurso por causa da umidade, mas fiquei surpresa com o resultado, um pouco melhor do que esperava. Foi um ótimo presente de aniversário”, disse a atleta. “A queniana impôs um ritmo muito forte.”

Leia também:  Pesso chega e começa a montar o União

Quem também se mostrou feliz foi a piauiense Conceição Oliveira, quinta colocada. A classificação lhe garantiu pontos suficientes para fechar o ano em segundo lugar no Ranking CAIXA/CBAt. “Estou muito contente com o vice-campeonato. A Rose mereceu o título deste ano, pois correu mais e foi regular”, afirmou.

O medalhista olímpico Arnaldo Oliveira, um dos Heróis do Atletismo, foi o padrinho da prova e participou da largada e da premiação aos vencedores da elite e das faixas etárias.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.