Nico Hulkenberg vai mesmo retornar à Force India. O alemão, que já tinha um pré-contrato com sua ex-equipe para 2014, assinou, na noite deste domingo, depois do GP do Brasil, o contrato definitivo com o time indiana para a próxima temporada, segundo apurou o Globoesporte.com. Seu companheiro pode ser Sergio Pérez, que não renovou com a McLaren. Com o aporte do empresário Carlos Slim, um dos homens mais ricos do mundo, e a indicação do próprio time britânico, o mexicano está em negociações avançadas.

Com a negociação fechada, Hulkenberg retorna para a sua antiga equipe, que defendeu no ano passado. Em 2013, porém, ele transferiu-se para a Sauber, que usa motores Ferrari, de olho no lugar de Felipe Massa em 2014. O sonho de ir para a Ferrari no próximo ano acabou não se concretizando e Hulk, mesmo sendo um dos destaques da temporada, passou a não ter sequer sua vaga na Sauber garantida, em razão dos problemas financeiros da equipe. Com isso, ele passou a tentar um lugar na Lotus. Mas apesar de ser o preferido do chefe do time britânico, as negociações se arrastaram, sem sucesso, ao longo de meses, em razão da indefinição da compra de parte da Lotus pelo grupo de investidores Quantum.Hulk chegou até a moldar banco para substituir o operado Kimi Raikkonen nas duas últimas corridas do ano, mas a Sauber pagou os salários atrasados do piloto e impediu a quebra de vínculo. Com a presença na F-1 ameaçada e um clima não muito bom dentro da Sauber em razão dos atritos com relação aos problemas financeiros, Hulk encontrou “abrigo” em seu antigo time, a Force India.

Leia também:  Reway estará em jogo das eliminatórias da Copa do Mundo

Sauber negocia com Maldonado e Sutil

Com Hulk já como parte do passado, a Sauber segue se movimentando para 2014. A princípio, a equipe suíça contava com a chegada do jovem Sergey Sirotkin, de apenas 18 anos, bancado pelo forte aporte financeiro de uma empresa russa de seu pai. Porém, as negociações estão emperradas e o jovem piloto sequer conseguiu superlicença para poder guiar na F-1 como titular. Com isso, a Sauber passou a negociar com Pastor Maldonado, que abriu lugar na Williams para Felipe Massa. O venezuelano também tem conversas avançadas com a Lotus, mas está preocupado com a indefinição estrutural do time britânico em razão da demora da conclusão do contrato com a Quantum, e vê na Sauber um porto seguro. Outro que passou a conversar com a equipe suíça é Adrian Sutil, sem lugar garantido na Force India. O outro piloto do time indiano, Paul di Resta, tem a situação mais ameaçada para 2014. Correndo o risco de ficar sem vaga na F-1 no próximo ano, ele já admitiu o interesse em correr na Indy. Com as conversas de Malodonado e Sutil com a Sauber, outro que tem o lugar em risco é o mexicano Esteban Gutiérrez.

Leia também:  Antigo Luthero vira cult e ganha lembrança especial do torcedor
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.