A maré não anda nada boa para Kimi Raikkonen. Ameaçando não correr as duas últimas provas do ano por estar com os salários atrasados na Lotus, o “Homem de Gelo” disputou em vão o treino classificatório deste sábado para o GP de Abu Dhabi. Depois de fazer o quinto tempo, o finlandês foi desclassificado da atividade após seu carro ser reprovado na inspeção técnica. Com isso ele terá que largar do fim do grid.

Após a sessão, um teste de carga acusou que o lado esquerdo do assoalho do carro de Kimi flexionou mais que os 5mm permitidos pelo regulamento. Representantes da Lotus foram imediatamente chamados para dar satisfações aos comissários. Segundo a equipe, investigações apontaram que o assoalho foi danificado após um choque com uma das zebras do circuito de Yas Marina. Porém, a direção de prova não considerou as explicações suficientes para impedir a punição.

Leia também:  União estreia neste domingo no Brasileirão série D

Curiosamente, no GP da Hungria, em julho, o companheiro de Raikkonen, Romain Grosjean foi investigado por um problema similar, mas se livrou de qualquer penalidade. Na interpretação da direção de prova, enquanto o primeiro caso foi considerado um infortúnio, foi levado em consideração que modificações deveriam ter sido feitas pela Lotus nos carros de seus pilotos para evitar que casos semelhantes se repetissem.

Neste fim de semana em Abu Dhabi, Kimi volta a usar a versão da Lotus com chassi mais curto entre os eixos, após não ter se adaptado ao modelo mais longo.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.