Mais de 80 toneladas de lixo da dengue foram recolhidas durante o mutirão da coleta seletiva realizado pela Prefeitura de Barra do Bugres, por meio da equipe da Secretaria de Saúde (Vigilância em Saúde). Foram recolhidos apenas os recipientes que acumulem água como latas, garrafas e pneus que podem se transformar em depósitos para o criadouro do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença.

O município de Barra do Bugres já registrou mais de 300 casos de dengue em 2013 e com a temporada de chuva a preocupação é que este número aumente bastante, caso os criadouros do mosquito não sejam eliminados.

A coordenadora da Vigilância em Saúde, Mara Souza, pede a colaboração dos moradores para que cuidem de seus quintais e evitem deixar recipientes que acumulem água, pois a melhor forma de evitar a dengue é combater os focos de acúmulo de água, propícios para a criação do mosquito. “É importante não acumular água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d´água, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, entre outros”, recomenda Mara.

Leia também:  MPE denuncia estudante por homicídio triplamente qualificado e requer manutenção de prisão

A coleta do lixo da dengue contou com o apoio da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos, Câmara de Vereadores e Grupo Barralcool.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.