A universalização do ensino superior é uma das principais bandeiras de luta do professor da rede pública de ensino e deputado estadual, Ezequiel Fonseca (PP). Com objetivo de integrar todas as cidades das regiões oeste e sudoeste, ampliando e possibilitando a multiplicidade do conhecimento, o parlamentar tem somado esforços com reitor da Unemat, Adriano Silva e os deputados Antônio Azambuja e Airton Português visando ampliar a oferta educacional.

A união das forças resultou em diversas vitórias, entre elas, a implantação de cursos de ensino superior por meio da Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat) nos municípios de Araputanga, Distrito de Caramujo, Campos de Júlio, Mirassol D’Oeste, Nova Lacerda, Rio Branco, São José dos Quatro Marcos, Vila Bela da Santíssima Trindade, Diamantino, Nova Mutum, Aranápolis, Campo Verde, Colíder, Comodoro, Guarantã do Norte, Juína, Nova Xavantina e Sapezal.

Leia também:  Alto Taquari | Prefeito aproveitará presença de governador para solicitar recursos para cidade

Ezequiel pondera que o cenário da revolução tecnológica, globalização, mudanças no mundo do trabalho e aumento da demanda pelo ensino superior em curto prazo gerou um enorme desafio para o Estado, e consequentemente, ao país.

“Estamos em um momento histórico, pois foram muitas lutas para se chegar a essa conquista, no entanto, precisamos crescer mais, vencendo os obstáculos que virão pela frente. A nossa meta é que todos os municípios sejam contemplados com cursos de nível superior”, enfatizou o deputado progressista.

Para ele, oferecer um ensino público de qualidade aos jovens da região é uma grande conquista. “A nossa batalha visa oportunizar a capacitação e qualificação profissional, em outros tempos, os jovens precisavam sair da cidade para estudar. Nesse momento buscamos potencializar os estudantes, garantindo a empregabilidade e desenvolvimento regional”.

Leia também:  TCE afirma que detentos com tornozeleira ficaram 1 ano sem monitoramento em MT

O reitor Adriano destaca que a Unemat, há até pouco tempo, possuía apenas 13 cursos, no campus de Cáceres e, apenas 03 cursos no campus de Pontes e Lacerda. E que a implantação dos novos cursos representou um enorme avanço. “O nosso objetivo foi integrar os municípios estratégicos da região oeste para que todos possam ter acesso ao ensino superior. O desequilíbrio econômico das regiões do Estado foi um dos fatores predominantes para que essa luta fosse travada”.

Porém, ele recorda que foram assumidos muitos desafios e compromissos com a sociedade. “Tivemos ousadia e coragem em trabalhar para que os cursos fossem abertos no ano de 2013, enfrentamos muitos desafios e críticas, caso contrário, este sonho não estaria sendo realizado”.

Leia também:  Atendimentos do Bombeiros aumenta na fase mais seca da estação

Ezequiel destaca a importância da bancada federal, representada pelo Deputado Federal Pedro Henry (PP), na implantação do curso de medicina no ano de 2012, no Campus Universitário “Jane Vanini”, UNEMAT, em Cáceres.

O trabalho liderado por Henry, Ezequiel, reitor Adriano, Azambuja e Português teve por objetivo suprir a necessidade de profissionais e aumentar a formação de médicos no Estado, fazendo com que o município seja consolidado como pólo de saúde.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.