Viaturas da Polícia Civil e Militar chegam ao Fórum de Alto Taquari
Falta de policiais é um dos pontos mais críticos – Foto : Arquivo / AGORA MT

O Anuário Brasileiro de Segurança Pública revelou em números a precariedade da segurança pública em toda o País. Mato Grosso entra nesta porcentagem entre os piores estados em questão de estrutura.

De acordo com o Anuário, até 2012 dos 141 municípios do Estado, apenas 19 tinham estrutura específica na área de segurança, ou seja, somente 13%. No mesmo período o estado com pouco mais de 3 milhões de habitantes contava com um contingente de apenas 6,8 mil policiais militares e 2, 3 mil policiais civis.

Ainda em 2012, os crimes contra a pessoa que englobam homicídios, sequestro e cárcere privado chegaram a 1,5 mil. Já os crimes envolvendo as drogas mais que dobrou este número chegando a 3, 2 mil, e só perde para o número de crimes contra o patrimônio que chegou a 4,6 mil, o que mostra o descontrole do Estado no combate ao tráfico.

Leia também:  Morador recebe visita inesperada de onça em seu quintal no DF

Os casos de estupro em 2012 foi outro fator que teve destaque no Anuário. De acordo com os dados relatados 1,2 mil pessoas foram vítimas de estupro e 165 sofreram tentado. No Brasil, no ano passado, a taxa de estupros ultrapassou a de homicídio chegando a mais de 50 mil casos.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.