Mario Massanelli remarca a passagem - Foto: Aécio Morais / AGORA MT
Mario Massanelli remarca a passagem – Foto: Aécio Morais / AGORA MT

Cerca de 41 passageiros que embarcariam por volta da 11h de hoje (26) em um avião com destino a São Paulo, tiveram seu voo cancelado ‘em cima’ da hora. A empresa Azul alegou que houve falha na aeronave em Maringá e ela não pode decolar com destino a Rondonópolis. Entre os passageiros estava o prefeito Percival Muniz (PPS) que irá receber amanhã (27), em Brasília, a Medalha Assembleia Nacional Constituinte .

Ainda que a empresa tenha dito falha na aeronave, os passageiros desconfiaram que a Azul vendeu passagens aéreas além do limite.

O executivo Mario Massanelli contou que após uma hora de atraso ninguém da empresa teria dado um respaldo aos clientes.

Leia também:  CASF realiza bazar beneficente neste sábado (07)

“Apesar de ter perdido todos meus compromissos, o que me deixa insatisfeito e a falta de informação. Fico sem saber se vou almoçar, onde vou dormir, sentimento ruim”, conta Mario que estava em Rondonópolis só de passagem.

O Órgão de Defesa do Consumidor de Rondonópolis (Procon) compareceu até o Aeroporto Maestro Marinho Franco, onde foi feito um alto de atuação que foi assinado pela empresa.

Depois da confusão alguns passageiros conseguiram remarcar as passagens aéreas para amanha (27). Segundo o secretário de Governo, Eduardo Duarte, Percival conseguiu embarcar de ‘carona’ em um avião particular.

Procon no aeroporto - Foto: Aécio Morais / AGORA MT
Procon no aeroporto – Foto: Aécio Morais / AGORA MT
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.