De volta aos treinos com o restante do grupo do Atlético-MG, Ronaldinho Gaúcho confirmou nesta quarta-feira a sua expectativa de retornar aos campos ainda no Campeonato Brasileiro. Após sua primeira atividade ao lado do elenco em dois meses, o craque revelou que não sentiu qualquer dor e disse que existe a chance de jogar já no sábado, contra o Fluminense, no Maracanã, porém o mais provável é que ele dispute alguns minutos da partida diante do Vitória, na última rodada do Brasileirão, no dia 8.

– Se eu não voltar nesse fim de semana, acredito que na última rodada dê para jogar – afirmou.

O jogador demonstrou sua felicidade com a rápida recuperação da lesão na coxa esquerda sofrida há dois meses. No entanto, o camisa 10 assegurou que não ficou surpreso com o seu retorno antes do prazo inicialmente previsto pelos médicos.

Leia também:  União volta a campo precisando vencer o Dom Bosco

– A minha recuperação não me espanta, porque eu nunca tive lesão dessa forma. Não estou sentindo nenhum incômodo, sem dor nem nada, graças a Deus venho me sentindo a cada dia melhor. Agora é a parte boa, voltar a jogar, voltar a treinar com o grupo.

A três semanas da estreia do Atlético no Mundial de Clubes, Ronaldinho esbanja confiança, mas prega paciência e avisa que vai voltar aos poucos ao convívio com o restante do elenco. A equipe disputa a semifinal da competição no Marrocos no dia 18 de dezembro, contra Monterrey (México), Raja Casablanca (Marrocos) e Auckland City (Nova Zelândia).

– Hoje (quarta) foi mais um treino muito bom, vamos ver como vou acordar amanhã (quinta). Vou passo a passo, dia a dia, são mais três semanas de preparação. Até o Mundial não me preocupa, porque falta bastante tempo até os jogos. Agora é ganhar ritmo de jogo nos treinos.

Leia também:  Jogador Edilson "capetinha" é preso por falta de pagamento de pensão

Bem-humorado durante a entrevista coletiva que concedeu depois do treino, Ronaldinho brincou ao ser perguntado do que mais sentiu saudade ao longo dois meses em que ficou fora das atividades com o restante dos companheiros.

– De vocês (jornalistas), não muito. Estou brincando, não tenho nada a reclamar. Senti saudade de tudo, das coisas do cotidiano. Quando você está lesionado, não tem como fazer. Fico feliz por estar voltando à rotina.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.