O Ministério das Relações Exteriores lamentou, por meio de nota, a morte do soldado do Batalhão de Infantaria de Força de Paz do Haiti Geraldo Barbosa Luiz, na madrugada de hoje (1º), em Porto Princípe. Será instaurado um inquérito policial militar para apurar as circunstâncias do fato.

“O governo brasileiro transmite suas manifestações de consternação e tristeza aos familiares do soldado pela perda pessoal que sofreram e reitera seu compromisso de longo prazo com o Haiti e a Minustah [Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti]”, diz trecho da nota.

De acordo com o Ministério da Defesa, o soldado disparou um tiro de fuzil contra a própria cabeça, na base em que servia. O militar chegou a ser socorrido, mas faleceu a caminho do hospital. O militar de 21 anos integrava a Força de Paz no Haiti e servia no 11º Regimento de Cavalaria Mecanizado (R C Mec), em Ponta Porã (MS).

Leia também:  Corpo de jornalista que desapareceu em embarcação é encontrado mutilado na Dinamarca

O Itamaraty informou que as providências para o translado do corpo já foram iniciadas, mas ainda não têm data para ocorrer.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.