O presidente norte-americano, Barack Obama, promulgou nessa quinta-feira (26), no Havaí, onde se encontra de férias, a Lei do Orçamento para os próximos dois anos, aprovada recentemente pelo Congresso.

A medida, que foi aprovada na Câmara dos Representantes, dominada pela oposição republicana, e depois no Senado, de maioria democrata, com 64 votos a favor e 36 contra, com o apoio de nove republicanos, estipula limites para a despesa em 2014 e 2015 e elimina cortes automáticos em US$ 63 bilhões, que deveriam começar em 1º de janeiro.

O acordo firmado entre democratas e republicanos evita a paralisia dos serviços federais e estabelece o aumento do limite da despesa de US$ 967 bilhões em 2013 para US$ 1,012 bilhões em 2014 e US$ 1,014 bilhão em 2015.

Leia também:  Polícia prende homem que queria atacar bares gays na França
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.