Foi a primeira vez que Aaron Peirsol desembarcou no Brasil e em poucas horas no Rio de Janeiro já se mostrou empolgado com as belezas naturais da cidade. Detentor de sete medalhas olímpicas e 16 vezes campeão mundial, o nadador está no país para disputar o Rei e Rainha do Mar, uma das maiores provas de maratona aquática do mundo. Este ano, a competição ganhou um formato de revezamento misto e vai reunir homens e mulheres de sete países na prova deste domingo, às 9h30m, na Praia de Copacabana, com transmissão ao vivo do Esporte Espetacular.

– Pessoalmente, eu achei a cidade muito bonita, estou há pouco tempo aqui, mas já gostei do que vi. Eu amo o verde, amo os dias ensolarados e também a chuva, e temos tudo isso aqui.

Leia também:  Árbitros de Mato Grosso participam de curso promovido pela CBF

Considerado especialista no nado costas, Aaron, 30 anos, conquistou três medalhas de ouro nas Olimpíadas de Atenas (100m costas, 200m costas e 100m medley revezamento) e mais duas nos Jogos Olímpicos de Pequim (100m costas e 100m medley revezamento). Atualmente é o detentor do recorde nos 100m e nos 200m costas. Pela primeira vez, o atleta compete em uma prova em mar aberto.

– Maratonas aquáticas são muito mais dinâmicas, existem mais obstáculos, como as ondas, por exemplo, e tudo depende das condições do mar no dia da competição. Com certeza é um tipo de prova um pouco mais difícil, mas eu adoro isso.

Aaron anunciou no começo de 2011 que deixaria as piscinas. Aposentado há quase três anos, o campeão olímpico descarta voltar a competir, mesmo que seja em provas de mar aberto, semelhantes à que a que vai disputar neste domingo.

Leia também:  Copa de 94 volta à tona com histórias de Romário e loira de Rondonópolis

– Eu não quero mais estar em competições como Olimpíadas ou algo do tipo. Agora, eu vejo a natação como uma diversão e uma atividade que eu pratico nos momentos de lazer. Eu quero apenas me divertir daqui para frente.

No novo modelo de disputa do Rei e Rainha do Mar, duplas de sete país vão participar de um revezamento misto. Cada atleta percorrerá 500m (450m de natação em águas abertas e 50m de corrida na areia) por três vezes de forma alternada, totalizando 3km. A própria dupla opta por qual integrante será o primeiro a entrar no mar. Aaron tem como parceira Ashley Twichell, campeã da prova em 2012.

Leia também:  Luve vence em casa e fica fora do Z-4

– Ela é uma nadadora incrível, como ganhadora do ano passado, é uma vantagem enorme estar competindo ao lado dela, pra mim esta sendo um prazer. Honestamente, eu não tenho expectativas para a disputa de domingo, eu apenas espero que o tempo esteja bom, assim como a condição do mar. Eu vou tentar dar o meu melhor. Acho que vai ser muito divertido e gosto de disputas assim.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.