Depois de uma estreia para ser esquecida na Liga de Basquete Feminino (LBF), a diretoria do Brasília se movimentou e acertou a chegada de sete reforços, além do treinador Flávio Prado e do preparador físico Carlos Eduardo Mello para a temporada 2013/2014. Fabi Guedes, Jeanne Moraes, Ivana Silva, Cristiane Lima e Ariane Prado (todas que vinham defendendo o Presidente Venceslau), Ana Paula Graciano (ex-XV de Piracicaba) e Camila Jackson (ex-São Caetano) chegam para mudar a imagem negativa da equipe do Distrito Federal, que foi derrotada na segunda rodada da competição por 141 a 18, uma diferença de 123 pontos.

– Com estas jogadoras acredito que ficaremos com o elenco mais experiente. Vamos manter também algumas atletas aqui do Brasília, justamente para que ocorra o intercâmbio e elas possam ganhar experiência. As demais já vão trabalhar visando a Liga de Desenvolvimento da LBF – disse o gerente operacional da equipe brasiliense Thiago Freitas.

Leia também:  União tem desafio diante do Luverdense em Lucas

Fabi Guedes, que detém dois títulos da Liga de Basquete Feminino em seu currículo: na primeira edição, vestindo a camisa do Santo André, e na terceira, quando atuou pelo Sport Recife, chega com a responsabilidade de ajudar o Brasília.

– Estou feliz por disputar mais uma edição da LBF e a expectativa é trabalhar forte para ajudar o Brasília a crescer na competição – comentou a jogadora.

A expectativa é que o reformulado Brasília já entre em quadra contra o Rio Claro na próxima segunda-feira, às 21h, no Ginásio Municipal Felipe Karan, no interior de São Paulo. A partida conta com transmissão, ao vivo, do SporTV.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.