Com a saída da ponteira Natália, a equipe feminina de vôlei do Rio de Janeiro foi buscar fora do país a substituta, mais precisamente no Leste Europeu. A sérvia Brankica Mihajlovic chegou à cidade há menos de dois meses e, nesse pouco tempo, já ganhou a simpatia de todo o grupo, inclusive do técnico Bernardinho, que ressaltou a dedicação da atleta. Em entrevista ao SporTV, o comandante do Rio de Janeiro e da seleção brasileira masculina lembrou que Mihajlovic ainda busca a melhor forma após se recuperar de uma lesão, mas que sua dedicação o conquistou.

– Claro que ela está ainda um pouco fora de forma, está voltando agora depois de uma contusão no cotovelo que teve no Campeonato Europeu. Ela está tentando entrar em forma aqui no Rio, mas a vontade que ela demonstra, a vontade de vir trabalhar, de crescer, é uma das coisas que me seduziu – disse Bernadinho.

Leia também:  União e Luve decidem o Estadual Sub-19

Nascida em Brcko, na Bósnia, e naturalizada sérvia, antes de se mudar para o Rio de Janeiro, Brankica Mihajlovic nunca havia estado na cidade e, como tem se dedicado aos treinos e às competições, ainda não pôde conhecer todas as belezas da Cidade Maravilhosa. Mas, assim que tiver um tempo, já sabe onde ir.

– Eu quero visitar o “sugar”…”sugarloaf”. Ok, Pão de Açúcar. E caminhar muito, pois moro em Copacabana. E também tem muitos restaurantes, são muitas coisas para conhecer e para ver – disse a ponteira de 22 anos, que chamou a atenção de Bernardinho jogando pela seleção da Sérvia. Aliás, treinar sob o comando do multicampeão é um sonho já realizado.

Leia também:  Judoca brasileira vence adversária com 11 segundos e se torna a bicampeã mundial

– Acho que o sonho de todo jogador é trabalhar com técnicos tão bons como o Bernardo, principalmente na minha idade. Posso melhorar mais o meu jogo e acho que o Brasil tem uma das melhores ligas, com muitos times bons. Você tem que estar sempre concentrado e motivado se quiser dar o seu melhor e jogar – enfatizou Mihajlovic, que ainda terá muito o que aprender também fora de quadra.

– Estou aprendendo português, mas ele não é tão bom, ok? Eu entendo muito, mas é “muito difícil” para “hablar?” Isso é espanhol, espanhol – disse ela, aos risos, para em seguida disparar seu repertório português: “Bom dia, boa tarde, obrigado e boa noite”.

Leia também:  Luve vence em casa e fica fora do Z-4

Com a presença de Mihajlovic em quadra, que marcou 16 pontos, o Rio de Janeiro entrou em quadra nesta terça-feira e venceu o Pinheiros por 3 sets a 1 (21/19, 16/21, 22/24 e 24/26), pela sétima rodada da Superliga 2013/2014. A equipe soma seis vitórias e uma derrota até aqui no primeiro turno.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.