Fernando Alonso foi vice-campeão novamente em 2013, mas diferentemente do ano anterior, dessa vez ele não conseguiu fazer frente ao tetra Sebastian Vettel, nem repetir a brilhante forma que fez com que muitos o apontassem como o melhor piloto de 2012. Para o chefão da categoria, Bernie Ecclestone, a queda de rendimento tem explicação: o bicampeão estava mais preocupado em arranjar uma nova equipe:

– Fiquei um pouco desapontado com Fernando. Sou um grande fã dele e da Ferrari. Mas acho que ele desanimou um pouco, o que prova que ele estava à procura de um novo time.

Em 2013, Alonso disputou sua quarta temporada pela Ferrari. Campeão em 2005 e 2006 pela Renault, o espanhol ainda não conseguiu repetir a façanha pelo time de Maranello, apesar de ter chegado perto em 2010 e 2012. Entretanto, a dificuldade da Ferrari em lhe dar um carro à altura da RBR de Sebastian Vettel teria feito o espanhol tentar buscar novos ares, apesar de ter contrato com o time italiano até 2016.

Leia também:  União, mesmo com derrota, avança e joga de novo contra o Dom Bosco

Em julho, uma “bomba” estourou durante o fim de semana do GP da Hungria: seu agente foi flagrado conversando com o chefe da RBR, ele estaria de olho na vaga que se abriria com a saída de Mark Webber. A equipe austríaca não negou nem confirmou a sondagem, mas no fim acabou promovendo o jovem Daniel Ricciardo, da STR.

No decorrer do ano, surgiram rumores de que Alonso estaria negociando um surpreendente retorno à McLaren. O time inglês não negou que gostaria de recontratar o espanhol que, por sua vez, reiterou que seguiria na Ferrari.

– Não sei se o time não é competitivo por causa dele ou porque as pessoas que comandam o time não estão fazendo o trabalho bem feito. Ele certamente merece um carro capaz de vencer corridas. Se é ou não a Ferrari, não sei – acrescentou Ecclestone.

Leia também:  União tem estreia contra o Dom Bosco confirmada
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.