Os prefeitos que integram o Consórcio do Alto do Rio Paraguai, se reuniram em Nova Marilândia, para discutir o plano de Saneamento Básico, que inclui o de Resíduos Sólidos, agricultura familiar e situação das rodovias da região. O evento contou com a participação do secretário do Meio Ambiente, secretário adjunto da Sedraf e superintendente da Secretaria de Transportes, deputado estadual Jose Domingos e outras lideranças da região.

O secretário de Meio Ambiente, José Lacerda, disse que em relação ao plano de saneamento básico, é necessário que os prefeitos fiquem atentos a legislação e encaminhem os projetos conforme as exigências. Os municípios podem ficar sem receber recursos federais, se não concluírem os plano de resíduos sólidos, com a instalação de aterros sanitários. Lacerda informou ainda que os recursos virão do Ministério do Meio Ambiente para os planos.

Leia também:  Saúde foca em realização de novo concurso

O secretário adjunto da Sedraf, Renaldo Loff, frisou que os municípios foram contemplados com insumos para a agricultura familiar, fruticultura. Ele enalteceu a produção da cadeia produtiva do leite e também a fruticultura. Os Prefeitos precisam solicitar os insumos junto a Sedraf. Além disso, já foi lançado o programa de incentivo da cadeia do leite para todos os municípios. “Com o projeto balde cheio, houve há uma valorização maior da produção do leite em todas as regiões do estado, além do projeto de irrigação, que prevê água para todos. Esta é uma forma de atender a pequena propriedade rural”, disse ele.

O superintendente da Secretaria de Estado de Transporte e Pavimentação Urbana, Kleber Oliveira, disse frisou que os municípios ainda tem pendências com a secretaria devido a inadimplência relacionadas a convênios anteriores, mas que maquinário deverá ser operacionalizado pelos municípios. “A situação das estradas não pavimentadas é critica e necessita das patrulhas rodoviárias, principalmente no período chuvoso”, observou.

Leia também:  Por falta de chuva plantio de soja está atrasado em Mato Grosso

O presidente do Consórcio do Alto do Rio Paraguai, prefeito de Nova Marilândia, Wener Santos, que conduziu a reunião, ressaltou que os prefeitos devem continuar unidos através do consórcio para lutar pelos benefícios para os municípios. Durante a reunião, ele encaminhou vários assuntos relacionados ao Governo do Estado e alertou aos gestores em relação as demandas que necessitam de mais

O superintendente da AMM, Darci Lovato, informou que a AMM já encaminhou para a Secretaria de Educação, uma solicitação para resolver a questão do transporte escolar. Em relação ao setor de Saúde, a instituição já fez vários encaminhamentos para tratar dos repasses dos valores devido aos municípios. Ele ressaltou na ocasião os serviços oferecidos pela AMM a todos os municípios.
Participaram da reunião os prefeitos de Alto Paraguai, Adair Jose Alves Moreira; Arenápolis, José Mauro Figueiredo; Barra do Bugres, Julio César Florindo; Campo Novo dos Parecis, Mauro Valter Bert; Denise, Pedro Tercy Barbosa; Nortelândia, Neurilan Fraga; Nova Olímpia, Cristovao Masson; Porto Estrela, Mauro André Dusinaro; Santo Afonso, Venceslau Botelho de Campos; São Jose do Rio Claro, Natanael Casacechia; e Sapezal, Ilma Grisoste Barbosa.

Leia também:  Homologada licitação para Ganha Tempo em Rondonópolis
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.